quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Fragância do Coração


O Amor não deveria ser exigente, senão, ele perde as asas e não pode voar; e torna-se enraizado na terra e fica muito mundano. Então ele é sensualidade e traz grande infelicidade e sofrimento. O amor não deveria ser condicional, nada se deveria esperar dele. Ele devia estar presente, por estar presente, e não por alguma recompensa, e não por algum resultado. Se houver algum motivo nele, novamente o seu amor não poderá se tornar o céu. Ele está confinado ao motivo; o seu motivo se torna a sua definição, a sua fronteira. Um amor não motivado, não tem fronteiras: É a fragância do coração

6 comentários:

  1. Ama-se de verdade por amor apenas, nada mais.
    Bênçãos.

    ResponderEliminar
  2. Eu adoro este espaço e permaneçer um pouco aqui hoje trouxe-me uma paz incrivelmente doçe, por isso e por tudo aquilo que me transmite o meu Obrigado. O amor é o sentimento supremo sem ele seriamos zombies....passando pela vida sem a viver, não fomos feitos para não amar.
    Eu tenho um truque li algures á muito tempo um exemplo que dizia "quando estiveres muito aborrecido com alguem ou algo pergunta: o que faria agora o amor" simples não é?

    beijinho, Salamandra

    ResponderEliminar
  3. é melhor amar sem esperar volta assim não tem sofrimento

    ResponderEliminar
  4. Um belo ensinamento para quem se encontra no caminho.

    Om Shanti,

    Clo

    ResponderEliminar
  5. Saudações a todas, com muita paz e amor.

    ResponderEliminar

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails